탈레반, 아프가니스탄에서 적십자와 WHO에 대한 금지 발표

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) disse na quinta-feira que suspendeu o trabalho no Afeganistão depois que o Taleban anunciou uma “proibição” contra o grupo humanitário e a Organização Mundial de Saúde.

Segundo uma declaração do Taleban, o CICV não “agiu de acordo com seus acordos” com o Taleban.

Os insurgentes, que controlam ou influenciam cerca de metade do Afeganistão, também acusaram a OMS de “movimentos suspeitos” durante uma campanha de vacinação.

Como resultado, o Taleban “decidiu proibir a operação dessas duas organizações em todo o país até novo aviso”, disseram os militantes, notando que não garantiriam a segurança dos profissionais de saúde.

O porta-voz do CICV, Robin Waudo, disse que a organização suspendeu suas atividades no Afeganistão devastado pela guerra, onde muitas das áreas rurais têm acesso escasso a serviços de saúde e onde as taxas de pólio estão aumentando.

“Nós reconhecemos este anúncio e suspendemos nossas atividades no país devido à retirada das garantias de segurança”, disse Waudo à AFP.

“Portanto, estamos agora no processo de entrar em contato com o (Taliban) para iniciar um diálogo bilateral e confidencial em vista da declaração.”

A OMS não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários.

O Taleban cancelou em agosto passado um “acordo de segurança” com o CICV, que suspendeu as atividades como resultado.

Segundo o Taleban, o CICV retomou suas atividades em outubro após as conversações.

O número de casos de poliomielite no mundo caiu mais de 99% desde 1988, mas a OMS ainda considera o Afeganistão, Nigéria e Paquistão endêmico.

폰테 : AFP

Anuncios

회신을 남겨